Portal da Metodologia TPM - Total Productive Maintenance

 

Olá visitante! Clique aqui para identificar-se

Artigos Nova pagina 1
         Esqueci minha senha  Esqueci meu usuário
 
Home  >>  Artigos  >>  PDCA: ORIGEM, CONCEITOS E VARIANTES DESSA IDÉIA DE 70 ANOS
 
 
PDCA: ORIGEM, CONCEITOS E VARIANTES DESSA IDÉIA DE 70 ANOS
 
Autor: Claudemir Y. Oribe
 
...Onde começa o ciclo PDCA? No “P”? Nem sempre!

O PDCA é, provavelmente, o mais conhecido conceito da gestão da qualidade. Mesmo pessoas leigas costumam conhecer as quatro etapas básicas que ficaram famosas depois que ele foi introduzido no Japão e daí ganhou o mundo. Neste ano, o ciclo PDCA completa 70 anos desde a primeira vez em que foi apresentada na literatura. Mas os elementos que o inspiraram antecedem essa data. Esse artigo pretende explorar um pouco da história e de suas variantes, além de prestar uma homenagem justa ao mais conhecido e aplicado conceito da qualidade.

A introdução do ciclo de Shewhart no Japão, teve ainda uma outra objeção: onde se iniciaria de fato o ciclo quando ele estiver sendo utilizado para resolver problemas? Quando o processo segue um fluxo normal, como mostrado nas figuras 2, 3 ou 4, é fácil relacionar o PDCA ao fluxo, pois parece bastante razoável se iniciar o trabalho pelo planejamento. No entanto, quando o PDCA é utilizado para a melhoria, há uma indagação recorrente sobre como planejar uma correção de algo que não se conhece muito bem. Essa mesma pergunta foi feita a Deming depois de sua viagem histórica ao Japão em 1950. Shoichi Shimizu, hoje Professor Emérito da Universidade de Nagoya, escreveu a Deming para lhe perguntar onde se inicia o ciclo PDCA quando utilizado para resolver problemas. Shimizu lhe ofereceu três alternativas e a que Deming indicou foi o Check . Estava assim criado o ciclo CAPD, que é um modelo bastante aplicado em análise de padrões de falha e na ação corretiva. Esse modelo segue um raciocínio indutivo, enquanto que o PDCA é mais adequado numa abordagem de projeto, onde prevalece o raciocínio dedutivo . O CAPD inclui a correção do efeito do problema, o que na linguagem técnica é denominado de correção, com a ação corretiva, que trata das causas do problema. Assim, ao resolver um problema usando o CAPD, o usuário não gira um ciclo, mas um ciclo e meio (ver figura 6), pois precisa avaliar e agir duas vezes: a primeira sobre o efeito e a segunda sobre a causa...

Leia o texto completo na área de TESES do Portal TPM.

 
Bibliografia:
Oribe, Claudemir Y. Os 70 anos do ciclo PDCA. Banas Qualidade, São Paulo, outubro 2009, História da qualidade, p. 20-25.
 
 
 
 

 

Participe da maior pesquisa sobre TPM já realizada no Brasil e concorra a um Notebook.

PARTICIPE!

 
 
 

TPM contado por quem pratica

 

 

OS CAÇADORES DE PROBLEMAS DA BRASIL KIRIN

 

 
 

Busca   

 
 
Nova pagina 1
 

Portal TPM - Todos os direitos reservados.